Sanjoanense caiu de pé na Taça de Portugal

Sanjoanense, 1 – Sporting, 3

Pavilhão dos Desportos da AD Sanjoanense


Árbitros: Pedro Figueiredo e Fernando Vasconcelos (AP Minho)


AD Sanjoanense: Guilherme Pedruco; João Ramalho, Nuno Araújo, Alex Mount e Hugo Santos Suplentes: André Couto, Andrés Castaño, David Castaño, Rúben Pereira e José Almeida


Golo: Alex Mount

A AD Sanjoanense deu água pela barba ao Sporting, segundo classificado do Campeonato Placard (I Divisão de Hóquei em Patins), mas caiu nos oitavos de final da Taça de Portugal. Perante um Caldeirão cheio com cerca de mil pessoas nas bancadas, o encontro entre alvinegros e leões foi disputado taco a taco, apesar da divisão que separa as duas equipas. Começou melhor a formação de Reinaldo Ventura, a chegar-se com mais perigo à baliza de André Girão e, aos dois minutos, Hugo Santos teve soberana ocasião para marcar, mas falhou um livre direto defendido pelo internacional português.
A ADS começou a diminuir o ritmo, o Sporting a crescer e Alessandro Verona, a meio da etapa inicial, num remate por trás da baliza, fez o primeiro. Dois minutos depois, Henrique Magalhães aumentou para 0-2 e deu conforto à turma de Alejandro Domínguez. No entanto, a ADS nunca se rendeu e reduziu por Alex Mount, em boa jogada individual culminada com um remate rasteiro, a seis minutos do intervalo, que fez explodir o Caldeirão. Na segunda parte, João Souto, de livre direto, desperdiçou a décima falta e depois foi a Sanjoanense a ir para a bola parada, por Nuno Araújo, após cartão azul mostrado a Souto, mas o defesa rematou para intervenção de Girão. Como quem não marca, sofre, a ADS sofreu por João Souto, em jogada de contra-ataque.
O líder da II Divisão – Zona Norte – podia ter voltado à discussão do resultado, mas Hugo Santos, de novo num livre direto, voltou a ser perdulário. O resultado não mais se alterou, o Sporting geriu a vantagem até ao fim, mas a maior nota de destaque foi o ambiente incrível vivido no Pavilhão dos Desportos, um hino ao hóquei em patins, um elogio unânime à cidade de S. João da Madeira e aos sanjoanenses que impressionou, inclusive, os jogadores do Sporting que, após o apito dos árbitros, ficaram na pista a aplaudir os adeptos da ADS.
No próximo sábado, a AD Sanjoanense desloca-se até Vale de Cambra, às 18h00, para defrontar o HA Cambra, no regresso da II Divisão – Zona Norte.