Passo gigante para manutenção

Estádio Conde Dias Garcia

AD Sanjoanense 4 x AD Fafe 2

Sanjoanense: Diogo Almeida, Luiz Gustavo, Fontes, Gustavo Fernandes, Netto, Jota, Jony (Maga 85), Landry (Helder 96), Rui Moreira, Dinho (Sena 90), Marcelo Santos.

Treinador – Henrique Nunes

Fafe: Galil, Bruno Sousa (Bernardo 61), Nuca (Ricky 79), Willian, Rui Bruno (Ivo 46), Jorge Miguel, Bruno Monteiro (Folha 61), Joseph, Pedro Matos (Didi 82), Joel Silva, Kodama.

Treinador – Luís Pinto

Golos: Fontes (20), Marcelo (51), Gustavo (61), Pedro Matos (62), Folha (66) Rui Moreira (87).

A Sanjoanense voltou a vencer o líder do campeonato, Fafe, confirmando o bom momento que atravessa. Somando a terceira vitória consecutiva. Esperava-se um jogo equilibrado, na procura dos três pontos, os alvinegros em caso de vitória mantinham a distância dos lugares despromoção, o Fafe garantia matematicamente a manutenção.

A Sanjoanense foi sempre superior no jogo, e aos 20 minutos, na sequência do pontapé de canto, Gustavo Fernandes apareceu ao primeiro poste, penteou a bola, onde apareceu Bernardo Fontes, “à peixe” a atirar para o fundo das redes, 1-0. O Fafe já perto do intervalo, podia ter empatado, mas Diogo Almeida brilhou com um uma grande defesa, a uma cabeçada de Rui Bruno.

Na segunda parte os adeptos assistiram a um festival de golos e emoções. A equipa orientada por Henrique Nunes, entrou na segunda parte praticamente a aumentar a vantagem. O capitão Jota, foi à linha de fundo com um passe milimétrico para trás. Marcelo Santos, à entrada da área, não desperdiçou e atirou para o 2-0. No minuto seguinte, Rui Moreira, com um remate fora da área obrigou Galli à defesa da tarde. A Sanjoanense dominava por completo a partida, e foi com naturalidade que aumentou a vantagem. Na sequência do canto batido por Jony, o central Gustavo Fernandes de cabeça, fez 3-0.

Quando todos pensavam que o jogo estava resolvido, o Fafe, reagiu com dois golos em quatro minutos por intermédio de Pedro Matos, e Folha, reduzindo o marcador para 3-2. Apesar da reação do Fafe, os alvinegros não se remeteram a defender e foram na busca do golo da tranquilidade. Aos 87 minutos, Rui Moreira, aproveitou uma confusão na área para acabar com as duvidas no resultado, fez o 4-2.

Vitória justa da Sanjoanense, sem contestação, foi a equipa mais perigosa e com mais oportunidades de golo. No próximo sábado, às 15 horas, os alvinegros deslocam-se a Canelas.

ClubeJVEDP
AD Sanjoanense833214
Canelas814313
Vianense82249
Fafe860223
Trofense834117
Anadia81349