Balde de água fria ao cair do pano.

Estádio Conde Dias Garcia

Sanjoanense 1 x Paredes 1

Árbitro: Gonçalo Nunes – AF Évora

Sanjoanense: Pedro Mateus, Pedro Araújo (Aldair 59), Danrlei (c), Aloísio, Kiko, Jorge Pereira, Pedro Pinho, Ruben Alves (Edgar Almeida 83), João Ricardo (Maranhão 59), Joel Silva (Nuno Barbosa 71), João Silva (David 83).

Treinador – António Barbosa

Paredes: Danny, Amadeu, Nuno Moreira, Marcos Júnior (Edu Machado 72), Madureira (Ema 94), Breno, Andrezinho (Silas 812, Erik Santana (Leandro 72), Pisco, Tavares e Francisco Afonso (Baba 82).

Treinador – Eurico Couto

Golos: Danrlei (67) e Edu Machado (93).

Terminou empatado o duelo entre a Sanjoanense e o Paredes. Um jogo de tremenda importância para a Sanjoanense, que pretendia defender o seu lugar nos primeiros 4 classificados, o nervosismo foi evidente durante toda a partida, não conseguindo dar continuidade à boa exibição na jornada anterior.

Os alvinegros aos 10 minutos por intermédio de Joel Silva, com um remate rasteiro deram o primeiro sinal de perigo. Seria sol de pouca dura, pois a Sanjoanense apesar do domínio e posse de bola, só criava perigo na baliza contrária através de lances de bola parada.

Aos 15 minutos, chegou o caso do jogo. Pedro Pinho de cabeça colocou a bola dentro da baliza, na sequência de um pontapé de canto, mas o arbitro anulou. Lance que deixou muitas duvidas aos homens da casa.

Antes do intervalo, Joel Silva viu Danny Carvalho fazer a defesa da tarde, após cabecear forte e colocado para defesa do guardião na sequência de um pontapé livre.

O intervalo chegava com empate a zeros, castigando a falta de produtividade, a Sanjoanense a jogar em casa tinha de fazer mais na segunda parte para alcançar os três pontos.

Na segunda parte, a partida mantém-se na mesma toada, com a Sanjoanense a ter o controlo da posse de bola, mas a criar pouco perigo no ataque. O treinador da Sanjoanense não satisfeito, colocou Aldair e Maranhão em campo tentando mudar o rumo da partida.

Aos 68 minutos finalmente chegou o golo da Sanjoanense na sequência de um pontapé de canto. Danrlei subiu mais alto que toda a gente e cabeceou para fundo da baliza.

O Paredes reagiu, e Leandro Cardoso com um remate à barra deixou o aviso para o que vinha acontecer. Aos 93 minutos, praticamente no ultimo lance da partida, Edu Machado oportuno apareceu ao segundo poste para desviar de cabeça para o golo do empate.

O empate é um resultado que castiga a exibição dos alvinegros. Apesar do domínio e posse de bola da Sanjoanense, não era de esperar tanta falta de produtividade e apatia ao longo da partida. Um jogo que podia ter dado um passo importante na classificação para a fase de subida. No próximo sábado, às 17 horas, a Sanjoanense defronta o SC Braga B, atual 5º classificado. A Sanjoanense tem à disposição um autocarro para os adeptos no valor de 5€ com direito a bilhete do jogo. As inscrições podem ser feitas na Loja ADS.

Declarações António Barbosa “Fizemos dois golos limpos, mas só contou um. Vamos-nos concentrar, ainda mais e melhor, em nós e no que podemos controlar.”

ClubeJVEDP
AD Sanjoanense51046
Marinhense63039
Beira-Mar54019
Casino Ginásio550010
Académico Porto53027
Clube 5 Basket650111
Guifões53028
Juvemaia60066
Olivais51046