Alma alvi-negra no Dragão Caixa

FC Porto 9 x Sanjoanense 2

5 Inicial: David Nogueira, Filipe Leal, Pedro Cerqueira, Chico Barreira e João Oliveira

Jogaram Ainda: Marco Lopes, Daniel Homem, Alfredo Nogueira, Afonso Santos e Roberto Ribeiro

Golos: Daniel Homem e Chico Barreira

A Sanjoanense voltou a perder, depois do primeiro ponto conquistado, na última jornada, nos Carvalhos. Ainda assim, os alvi-negros voltaram a deixar uma imagem positiva num resultado que só sofreu um desnível maior no momento em que os visitantes acusaram o desgaste físico provocado pelo alto ritmo que o FC Porto colocou na partida.

O Porto, ao contrário do que tinha feito na última jornada, a meio da semana, na recepção aos Carvalhos, fez uma boa exibição, encarando o encontro com seriedade e criando as maiores dificuldades possíveis à Sanjoanense.

No Pavilhão Dragão Caixa, com cerca de meia casa e destaque para a presença de uma centena de sanjoanenses que foram incansáveis no apoio à equipa, os visitados demoraram a chegar ao golo, fruto da boa organização defensiva da Sanjoanense e da concentração do guardião David Nogueira que, negou os intentos locais até aos sete minutos, altura em que Helder Nunes abriu o activo.

Aos onze minutos, Chico Barreira desperdiçou aquilo que poderia ser o empate, numa grande penalidade ao ferro da baliza de Nélson Filipe e, aos vinte minutos, o capitão do FC Porto, Reinaldo Ventura, marcou um golo “à Reinaldo”, numa sticada fortíssima sem hipóteses para David Nogueira, levando o resultado para o intervalo em 2-0.

Na segunda parte, a Sanjoanense teve uma pequena desconcentração fatal, aos três minutos, ao deixar aparecer “Rafa” nas costas e em posição frontal para a baliza, assim fazendo o 3-0. Pouco depois, Vítor Hugo, em lance individual só ao alcance dos melhores, fez o 4-0.

A Sanjoanense nunca desistiu e, numa assistência de Filipe Leal que isolou Daniel Homem, o avançado proveniente do Mealhada bateu Nelson Filipe, fazendo o 4-1. Aos doze minutos, Daniel Homem falhou o “bis”, ao desperdiçar um livre-directo.

À passagem do quarto de hora da segunda parte, Hélder Nunes bisou mas, o melhor marcador alvi-negro, também quis deixar a sua marca e concretizou uma grande penalidade aos dezanove minutos, fazendo o 5-2.

A partir deste período, a Sanjoanense  caiu um pouco fisicamente e, com dois erros defensivos sucessivos, permitiu ao FC Porto ampliar a vantagem para 7-2, com dois golos de Jorge Silva. Até ao final, Vìtor Pereira deu oportunidade a Roberto Ribeiro, ainda com idade de júnior, de se estrear no campeonato da I Divisão, período que coincidiu com mais dois golos do FC Porto, um por Caio e outro por Jorge Silva.

Na próxima jornada, que se disputará na Quarta-Feira dia 25 de Novembro, os alvi-negros recebem a Juv.Viana.

Classificação

ClubeJVEDP
AD Sanjoanense/Delba751118
São Bernardo761020
Nazaré750217
Academia Andebol750217
Estarreja AC732215
Juve Lis730413
AC lamego622212
Alavarium721412
CD Feirense721412
Albicastrense630312
AC Coimbra711510
S. C. Horta760119
Benavente70168
São Paio Oleiros70077